Encontre no blog...



Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Crítica | Ninho de Rato – Surra

E o Surra, trio mais veloz da Baixada Santista, retorna com seu novo EP, Ninho de Rato, justamente quando já estávamos sentindo falta do furioso crossover que o grupo despeja sem dó em nossos ouvidos. Leeo Mesquita (voz, guitarra), Victor Miranda (bateria) e Guilherme Elias (baixo, voz) formam essa verdadeira máquina de destruição.

Se você curtiu os ótimos Tamo na Merda (2016), Escorrendo Pelo Ralo (2019) e Ainda Somos Culpados (2018), Ninho de Rato é audição obrigatória. A tradição de sons curtos e diretos se faz presente mais uma vez aqui, e o EP espreme 12 músicas em apenas nove minutos de duração. Parece pouco, mas para adeptos de um bom crossover thrash é um verdadeiro paraíso.

Também pudemos notar que o material do Surra recebeu um interessante toque grindcore, lembrando um pouco os também brasileiros do Facada e lendas como Cripple Bastards. Isso posto, é acionar play e se preparar para verdadeiras usinas atômicas como No Lixo, Motor da História, Caso Perdido, Trabalhe Até Morre, Roendo o Osso e o fantástico cover para Hang The Pope, do Nuclear Assault, que são números mais do que suficientes para entendermos a estética do Surra.

E se na parte instrumental temos essa explosão de adrenalina, é impossível não mencionar o conteúdo lírico aqui presente, que traz inúmeras análises sociais e políticas, colocando luz na mente do ouvinte e o fazendo pensar por alguns minutos, como dizia o velho Napalm Death. Ouça agora!

Ninho de Rato
Ano de Lançamento
: 2021
Gravadora: Independente
Gênero: Crossover/Thrash Metal/Grindcore

Faixas:
1 – No Lixo
2 – Motor da História
3 – Guerra Suja, Bolso Cheio
4 – Acreditam em Tudo
5 – Ninho de Rato
6 – Hang The Pope (Nuclear Assault)
7 – Caso Perdido
8 – Trabalhe Até Morrer
9 – Roendo o Osso
10 – Brasileiro, Otário e Triste
11 – Ódio S/A
12 – Convivência (Cruel Face)

Continue lendo após a publicidade

ACOMPANHE

FacebookTwitterInstagramSpotifySpotify
PUBLICIDADE

CATEGORIAS

PUBLICIDADE

Posts relacionados

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Quem acompanha o cenário heavy brasileiro com certeza tem entre suas referências os mineiros do Eminence, que acabam de lançar seu quinto álbum completo...

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Após a separação da Nervosa, Prika Amaral juntou suas soldadas e lançou o massacrante Perpetual Chaos. E quem tinha dúvidas sobre o futuro de...

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Em uma época de caos e incertezas, os amantes do som extremo estão tendo uma verdadeira bênção (ainda que infernal) com diversos lançamentos do...

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Formado em Leopoldina (MG), em 2009, o Deathraiser inicialmente se chamava Merciless antes de optar pelo nome atual. Posteriormente, em 2011, veio seu debute,...