Encontre no blog...



Especiais

Entrevista | Alaina Castillo: “música me faz sentir como uma borboleta antissocial”

Natural do Texas, nos Estados Unidos, a cantora Alaina Castillo, de 20 anos, viu sua vida mudar completamente do ano passado para cá. Os covers no YouTube deram espaço para um trabalho autoral original, com foco maior no R&B contemporâneo.

De lá para cá já foram lançados dois EPs, Antissocial Butterfly e The Voicenotes. O segundo, inclusive, recebeu uma versão inteiramente em espanhol. Em suma, a artista é uma apaixonada por línguas e sempre estudou sobre a cultura mexicana (é filha de mexicano).

Em conversa com o Blog n’ Roll, Alaina Castillo falou sobre a carreira, os dois EPs, paixão pelo México, pandemia, transição do YouTube para a carreira autoral, entre outros assuntos. Confira o resumo abaixo.

Continue lendo após a publicidade

Antissocial Butterfly

“Esse foi meu primeiro EP, e foi minha mensagem para o mundo de quem sou e como minha música se parece. Foi o estágio inicial da minha carreira, dizendo que sou antissocial, mas que quando tenho música, eu não me preocupo e nem me estresso. Foi um EP para dizer que a música me faz sentir como uma borboleta antissocial”.

The Voicenotes

“Esse EP foi mais fácil de gravar. Durou uma semana, no máximo, e escrevi a maior parte das músicas no período da noite, que é quando refletimos e ficamos mais próximo dos nossos sentimentos. A diferença entre Antissocial Butterfly e Voicenotes é que, no primeiro, fiz um trabalho para mostrar quem sou. Já no segundo, percebi o que a música pode fazer quando coloco meus sentimentos nela. É um trabalho onde falo sobre minha vida e tudo que passei. Além disso, o EP foi gravado em inglês e espanhol, porque meu pai é mexicano. E isso é muito legal”.

Gravar em espanhol

“Acho que é importante, porque representa minha família e as pessoas com quem cresci. Não entendo 100% de espanhol, mas tenho uma conexão enorme com o México. Tem muito a ver com se conhecer e representar o que você é e de onde você vem”.

Importância da internet na carreira

“Acho que a internet é muito boa para ajudar as pessoas, assim como aconteceu comigo. É fácil aparecer e mostrar para as pessoas quem você é, e ainda dá para receber feedback delas”.

Continue lendo após a publicidade

Transição dos covers para a carreira autoral

“Acho que isso ainda está acontecendo, porque tenho ficado em casa e no estúdio pelos últimos seis meses. Então, não sei muito bem o que se passa no resto do mundo (risos). Eu ainda estou mostrando quem eu sou para as pessoas, e leva um tempo”.

Inspirações

“Eu cresci ouvindo músicas dos Beach Boys e do Elvis. Às vezes também escutava algo mais clássico. Acho que hoje me inspiro muito na Rihanna, no Drake, Janelle, Adele… todos esses cantores pop. Eu tento pegar referências de todos eles para colocar nos meus trabalhos”.

México

“Eu fui para o México duas vezes quando era pequena, e tenho muitas memórias boas. Acho muito legal que todos da família são muito unidos e conectados, e isso é uma das coisas mais legais que sempre carrego na memória”.

Desafios de gravar clipe de Tonight na pandemia

“Foi durante a pandemia, mas nós cumprimos todos os protocolos contra a Covid. Todo mundo estava de máscara, mas todos conseguiram trabalhar muito bem. Foi divertido poder sair um pouco de casa e fazer um vídeo”.

Continue lendo após a publicidade

Quarentena de Alaina Castillo

“Tenho ficado sozinha em casa, e de vez em quando vou para o estúdio. Então, todo dia tem sido trabalho. Antes disso tudo, achei que ficaria tranquila com essa situação, mas não poder ver minha família e meus amigos é difícil. Queria estar fazendo shows e me divertindo. É um pouco frustrante”.

Pós-pandemia

“Quero fazer shows, ir a lugares novos, ver meus amigos… Mas ainda não sabemos quando isso vai acontecer, então vou continuar trabalhando”.

Maior sonho

“Acho que meu maior sonho é tocar em uma arena lotada. Parece ser um sentimento inigualável. Eu quero muito poder viver isso. Estou muito empolgada para conquistar isso”.

Brasil

“Já ouvi um pouco da música brasileira, mas não lembro de nomes. Ainda não sei quando, mas com certeza vou tocar aí”.

Continue lendo após a publicidade

ACOMPANHE

FacebookTwitterInstagramSpotifyYoutube
PUBLICIDADE

CATEGORIAS

PUBLICIDADE

Posts relacionados

BR

Desde a morte de George Floyd por forças policiais em Mineápolis, nos Estados Unidos, em maio último, a luta contra o racismo ganhou força...

BR

Na última sexta-feira (27), mais dois singles do novo álbum de Gal Costa ganharam as plataformas digitais. Em resumo, eles dão sequência ao projeto...

BR

Nort Moscow – A Onda A banda de rock alternativo paranaense Nort Moscow lançou o terceiro single do ano, A Onda, com uma mensagem...

BR

A Plebe Rude divulgou o videoclipe da faixa P da Vida, com a participação de Afonso Nigro, ex-integrante da boy band Dominó. Aliás, a...