Nossas redes

O que você está procurando ?

Reprodução

BR

Trio de blues rock Cigar Box Band lança álbum de estreia; ouça!

O grupo mineiro de blues rock Cigar Box Band lançou seu primeiro álbum, Don’t Belong, disponível globalmente nas principais plataformas digitais através da gravadora francesa M&O Music.

No cerne da Cigar Box Band está o emblemático instrumento chamado cigar box guitar, um ancestral não muito distante da guitarra elétrica. A cigar box guitar é construída artesanalmente com componentes simples, mas apesar de sua natureza improvisada, é capaz de produzir uma ampla gama de sons.

Muitos músicos contemporâneos têm ressuscitado o interesse por esse instrumento singular, explorando suas possibilidades sonoras e incorporando-o em suas performances, como é o caso de Jack White, PJ Harvey, Ben Harper e Shane Speal. Até Sir Paul McCartney já apareceu dedilhando uma no documentário Sound City (2013).

Publicidade

A Cigar Box Band faz música de alta octanagem com forte influência de ZZ Top, Led Zeppelin e Seasick Steve. Germano Renan (vocal), Fred Chamone (cigar box guitar) e Paulo Espinha (bateria) têm uma visão musical muito bem definida e sabem exatamente qual abordagem usar para colocá-la em prática.

Em seu debute, o trio combina diferentes elementos de seu universo para produzir uma fusão única e visceral de blues, country e hard rock.

Don’t Belong é resultado de uma longa jornada, conforme conta Chamone: “O processo de composição e gravação foi bastante intuitivo e colaborativo. Primeiro, os riffs e estruturas harmônicas criados por mim se mesclaram às partes melódicas e letras autobiográficas compostas pelo Germano. No estúdio, as canções foram ganhando forma muitas vezes na base da improvisação, seguindo a tradição blueseira. A versatilidade e precisão rítmica do Paulo foram ingredientes fundamentais para que conseguíssemos chegar onde queríamos. E ainda, tivemos o privilégio de contar com a participação especial de dois grandes músicos: Eduardo Sanna (gaita) e Luciano Porto (contrabaixo)”.

As gravações ocorreram no Studio Independente em Belo Horizonte, com produção e mixagem de Fred Chamone. A masterização foi realizada na Espanha, no FD Mastering Studio, por Fernando Delgado.

Publicidade

No álbum, foram utilizados três tipos de cigar box guitar, cada uma com características e afinação diferentes, além de uma guitarra elétrica convencional. O modelo que mais se destaca no arsenal é a cigar box guitar construída com uma pá. O instrumento produz uma distorção brutal capaz de criar ondas sonoras sísmicas e pode ser apreciado no clipe de Be Mine.

Com o lançamento de Don’t Belong, a Cigar Box Band busca integrar definitivamente a cena do rock brasileiro enquanto almeja estabelecer uma carreira internacional. O grupo está determinado a construir uma base sólida, explorando novos horizontes e conectando-se com audiências ao redor do mundo.

Publicidade

Posts relacionados

Gringolândia

O aguardado álbum de Mark Knopfler, One Deep River, seu décimo como artista solo, chegou ao streaming pela gravadora British Grove, via EMI. One...

BR

Voz e violão, sua música no sumo portanto, Djavan canta frente à multidão de mais de 20 mil pessoas: “Eu fui batizado na capela...

BR

Logo aos primeiros acordes, Tara e Tal, novo álbum de Duda Beat – e seu primeiro projeto completo pela Universal Music – , traz...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos