O que você está procurando?

Marcelo Rizzo
Marcelo Rizzo

BR

Marcelo Rizzo transforma dor em pop maduro no EP “Quase”

Começando uma carreira passo a passo calmamente nos últimos anos, o cantor e compositor Marcelo Rizzo transforma o íntimo em universal em seu novo trabalho. O EP Quase traz, na voz do artista e em um clima de pop alternativo, um espírito de livro aberto e forte intimidade para dialogar com temas como encontros e desencontros e afetos contemporâneos, que são questões enfrentadas por toda uma geração.

“O EP representou muito do meu amadurecimento como pessoa mesmo, em vivência, em sentimentos. E foi um conjunto de músicas muito reflexivas, apesar de sempre voltadas pro relacionamento com o outro, sobre o que se passava dentro de mim, a turbulência de emoções e como espremer o melhor disso. Fazer limonada com os limões que a vida amorosa me deu”, conta Marcelo Rizzo.

Relacionando-se com a música desde 2003, foi em 2009 que ele decidiu começar a gravar as suas composições de forma amadora, com o auxílio de um computador. Em 2016, tomou coragem para investir em suas canções. Após o EP de estreia Pouco a Pouco (2019), Marcelo começou a desenvolver as canções e temáticas do novo trabalho.

Continua depois da publicidade

“’O EP Quase conta com cinco músicas compostas durante a pandemia do covid-19. Coincidentemente, a duração da pandemia coincidiu com um relacionamento que eu vivi, de muito aprendizado, de bastante desafios e que, com a ajuda da reclusão da pandemia, me fez olhar muito pra dentro e entender minhas emoções. Era um relacionamento que me fazia viver uma montanha russa de emoções. Desde muita euforia e alegria a muita tristeza, ciúme e paranoia. Através das músicas desse EP, eu tentei não refletir sobre a tristeza, mas sim resgatar em mim os sentimentos que me empoderavam diante das situações ruins. A faixa de abertura Quase fala muito sobre isso. Sobre não desistir frente às fases difíceis. De olhar pra mim e sentir orgulho de ter insistido, de ter me desafiado, me arriscado, dado minha cara a tapa, mesmo que o resultado fosse a mágoa”, conta Rizzo.

“As outras músicas falam mais sobre dor e mágoa, porém de um jeito divertido e sempre focando nos sentimentos bons que te empoderam no momento de um término, de perda”.

Continua depois da publicidade

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

BR

A banda Cogumelo Plutão, formada por Blanch (vocal), Fell Rios (bateria), Dan Adrian (guitarra) e Max (baixo), lançou o EP Voando Pelo Campo dos...

BR

A banda Foxes On The Run, de Mogi das Cruzes (SP), lançou o EP Preys of Fate. Gravado no Rio de Janeiro, o trabalho...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos