Nossas redes

O que você está procurando ?

Gringolândia

Peter Gabriel lança primeiro álbum de inéditas em 20 anos; ouça i/o

Depois de um ano lançando uma nova canção a cada lua cheia e se apresentando ao vivo de forma arrebatadora no Reino Unido, na Europa e na América do Norte, Peter Gabriel lançou o álbum de estúdio, i/o.

i/o são 12 faixas com graça, gravidade e grande beleza que oferecem uma bem-vinda confirmação não apenas da capacidade contínua de Peter de compor músicas que fazem você parar tudo para ouvir, mas também da voz emocionante, que continua perfeita e deliciosamente intacta.

Ao longo do álbum, as canções inteligentes e reflexivas (e que também provocam reflexão) abordam a vida e o universo. Nossa conexão com o mundo ao nosso redor — I’m just a part of everything (“sou apenas uma parte de tudo”), canta Peter na faixa-título, i/o. É um tema recorrente do álbum, assim como a passagem do tempo, a mortalidade e o luto, e também temas como injustiça, vigilância e as raízes do terrorismo. Mas não se trata de um disco solene.

Publicidade

Embora seja reflexivo, o clima nunca é de desânimo; i/o é musicalmente venturoso, muitas vezes alegre e, em última análise, cheio de esperança, coroado com a música de encerramento excitantemente otimista, Live and Let Live.

Gravado em sua maior parte no Real World Studios e no estúdio caseiro de Peter, em uma longa gestação, i/o reúne um elenco considerável. Peter manteve seu fiel círculo interno de músicos por perto, o que significa que o guitarrista David Rhodes, o baixista Tony Levin e o baterista Manu Katché são presenças marcantes em todo o álbum.

Várias músicas trazem as impressões digitais do velho parceiro Brian Eno, enquanto há contribuições notáveis de Richard Russell, do pianista Tom Cawley, dos trompetistas Josh Shpak e Paolo Fresu, da violoncelista Linnea Olsson e do tecladista Don E.

A filha de Peter Gabriel, Melanie, contribui com vocais de apoio calorosos, assim como Ríoghnach Connolly, do The Breath. Richard Chappell, Oli Jacobs, Katie May e Richard Evans, frequentadores assíduos do Real World, cuidam da programação e tocam vários instrumentos.

Publicidade

O Soweto Gospel Choir e o coral masculino sueco Oprhei Drängar emprestam suas magníficas harmonias vocais a algumas faixas, e a seção de cordas da New Blood Orchestra, liderada por John Metcalfe, acalma e eleva.

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

Gringolândia

O quinteto australiano The Terrys, sensação da cena local, lançou o segundo álbum da carreira, Skate Pop, na última sexta-feira (30). O sucessor de...

Gringolândia

A banda escocesa The Snuts revelou o terceiro álbum de estúdio, Millennials, que tem como foco temas relacionados à saúde mental. O disco também...

Gringolândia

A clássica banda de pós-punk inglesa Modern English está de volta. Na sexta-feira (23), o grupo lançou o nono disco de estúdio, 1 2...

Gringolândia

Rod Stewart e Jools Holland lançaram, com a sua Rhythm & Blues Orchestra, o aguardado álbum Swing Fever, uma brilhante saudação de 13 faixas...

Publicidade

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos