Encontre no blog...



Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

Crítica | Abysmal Decay – Verthebral

Antes de tudo, quando se fala em heavy metal, o Paraguai pode não ser o país mais lembrado. Mas isso não significa nada quando ouvimos o quarteto Verthebral, que em seu álbum de estreia, Regeneration (2017), atordoou os ouvidos dos deathbangers com seu cáustico conteúdo. Do mesmo modo, a história se repete em Abysmal Decay, seu segundo petardo, lançado em 2019.

Em resumo, Cristhian Rojas (baixo e voz), Denis Viveros (bateria), Daniel Larroza e Alberto Flores (guitarras) deixam claro qual o estilo do grupo. É death metal tradicional, como se tocava na Flórida em meados dos anos 1990. Aliás, Morbid Angel, Monstrosity, Death e Obituary são as influências mais óbvias no trabalho dos paraguaios, vide o timbre das guitarras e os guturais de Rojas. Contudo, os riffs de guitarra deixariam Chuck Schuldiner orgulhoso.

Ademais, o material do Verthebral foca na clássica abordagem da primeira fase do death metal, que consiste em andamento veloz dividindo espaço com passagens lentas e mórbidas, tudo embalado com temáticas obscuras, tão caras ao estilo.

Diante desse quadro, é cerrar os dentes e banguear como um louco em números bestiais como Ancient Legion, Isolation Room, Sweet Home Illusion, My Dark Existence e Testimony of Hate, músicas recheadas com todas as características citadas acima e, por isso, cairão como uma bomba atômica na mente dos amantes do metal extremo.

Abysmal Decay
Ano de Lançamento:
2019
Gravadora: Transcending Obscurity Records
Gênero: Death Metal

Faixas:
1-Ancient Legion
2-The Art of Perversion
3-Abysmal Decay
4-Isolation Room
5-Coronation of Envy
6-Abscence of a God
7-Sweet Home Illusion
8-Obsidian Tears
9-My Dark Existence
10-Testimony of Hate

Continue lendo após a publicidade

ACOMPANHE

FacebookTwitterInstagramSpotifySpotify
PUBLICIDADE

CATEGORIAS

PUBLICIDADE

Posts relacionados

Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

Duas décadas após a estréia com Terra Incognita, os frances do Gojira já rodaram o mundo nos festivais mais importantes do metal mundial (inclusive...

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Em uma época de caos e incertezas, os amantes do som extremo estão tendo uma verdadeira bênção (ainda que infernal) com diversos lançamentos do...

Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

A Austrália será lembrada eternamente por causa do AC/DC – motivo mais do que justo. No entanto, o país continua deixando sua marca no...

Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

Pode parecer pouco tempo, mas o último lançamento dos ingleses do Evile foi Skull, no já distante 2013. Quase uma década depois, os thrashers...