O que você está procurando?

Geral

16 shows, 31 dias e o fim do Hangar 110

É triste mas vai acontecer, o Hangar 110 entrará em seu último mês de atividades. Em outubro do ano passado, Alemão, dono do Hangar 110, anunciou que em 2017 a casa de shows mais querida de São Paulo iria fechar. Entre muitos problemas, ele alega que o Hangar deixou de ser único, que o público dispersou entre tantos locais e que, principalmente, as bandas deixaram de ter a essência do rock n’ roll. Mas precisamos aceitar esse fato e por que não tirar o melhor dessa história no último mês de funcionamento do local?

Em dezembro, as maiores bandas do hardcore nacional passarão nesse tremendo palco. E o Subsolo Na Caldeira de hoje irá trazer dicas de quais shows você deverá acompanhar.

Continua depois da publicidade

Diretamente de Belo Horizonte, a banda Pense vem com seu hardcore pesado e com letras repletas de muito pensamento positivo. Junto com os mineiros, os cariocas do Menores Atos trazem seu hardcore melódico com muito romantismo que irão te fazer refletir sobre a vida. E para completar, Deb And The Mentals mesclará punk rock com new wave em grande estilo. Tudo isso logo no primeiro dia do mês. E por que ir? Pense e Menores Atos são duas das grandes bandas da nova geração do hardcore, ambas trazem um estilo novo no hardcore e são famosos por seus shows. Já Deb And The Mentals é uma sensação do rock nacional. O grupo entra neste final de ano em uma super turnê que passará por cinco estados diferentes e duas cidades do Uruguai, tudo divulgando o novo disco Mess.

No dia 8, o RSigma subirá aos palcos para se despedir do Hangar 110. O grupo, que é natural do Rio, foi formado em 2004. Lançou apenas um disco em 2009 e entrou em hiato em 2011. Mas depois desse tempo todo, não é que a banda voltou? Em junho deste ano, o grupo lançou seu mais novo single, Pulsar, que pode, ou não, ser de um novo EP/álbum. O que importa, mesmo, é que a banda quer dar tchau em uma das casas mais importantes do País. RSigma é das grandes bandas do underground brasileiro que volta à ativa e que quer fazer do show uma festa. É por isso que você não pode perder esse show. O evento ainda contará com a banda Alaska e O Vortice.

https://www.facebook.com/rsigma/videos/1743003832381364/

Continua depois da publicidade

No dia seguinte, quem toma as rédeas do palco é o Gloria. Com mais de 15 anos na estrada e seis trabalhos de estúdio e um ao vivo, a banda paulista já se consolidou como uma das maiores bandas do undeground brasileiro. Todo show do grupo vale a pena ser vivenciado, ainda mais um que contará, também, com a pesadíssima Desalmado. A excelente banda paulista de grindcore, formada em 2004, já conta com três trabalhos de estúdio. Para encerrar o line-up, o The Jams of Milita também fará parte do evento.

Saindo um pouco do underground, no dia 14, a banda mineira Strike se apresentará pela última vez no Hangar. Mas esse não é só o único motivo para você ir ao show. No meio do ano, o grupo anunciou que irá entrar em hiato por tempo indeterminado. Pode ser a última vez do Strike em São Paulo. Ainda não é um bom motivo? E se eu te falar que quem irá abrir é uma das melhores bandas dos últimos anos? O pop punk do Dinamite Club anda conquistando muitos fãs por onde os paulistas passam. E seu show transmite muito sentimento com suas músicas sobre o cotidiano e como agir no dia-a-dia. Para completar, o evento ainda terá a Corleone.

Continua depois da publicidade

Se você quer recordar os tempos antigos, esse é o rolê que você não pode perder. O hardcore do Nitrominds, banda ícone do ABC paulista, voltará a fazer barulho na casa. O grupo encerrou suas atividades em 2012, onde posteriormente seus integrantes formariam a Statues on Fire, voltou as atividades especialmente para tocar nesse evento. Ao lado da grandiosíssima Garotos Podres, que dispensa apresentações, e de The Boneyard Club, banda paulista de hardcore, os anos 90 será muito bem representado no Hangar no dia 15.

O dia 18 será uma das melhores noites desse mês final do Hangar 110. Haverá muita, mas muita, agitação com os capixabas do Dead Fish, os paulistas do Não Há Mais Volta e os vicentinos do Blackjaw. O rápido hardcore do Dead Fish se unirá ao punk das outras duas bandas, que, com certeza, deixarão o público suado e com vontade de dar aquela moshada. Uma das grandes sensações é o Blackjaw. Diretamente de São Vicente e com um punk rock de dar inveja aos gringos, o grupo retornou do hiato com um disco novinho e está na estrada para divulga-lo. Esse é um evento extra do Dead Fish, já que dia 21, a banda sobe ao palco do Hangar para um show que já conta com SOLD OUT.

No dia 21, o Dead Fish sobe ao lado de O Inimigo, banda renomado do cenário hardcore paulista. Com influências de Fugazi e Minor Threat, o grupo já soma sete trabalhos de estúdio e muitos fãs por onde tocou. Para continuar com um show pesado, o evento também conta com Backdrop Falls, uma banda cearense de punk rock. Se você acha que o show vai ser inteiramente pesado com muito hardcore, saiba que está 99% certo. O line-up trará os curitibanos do Abraskadabra e seu som totalmente diferente do que você já viu. O grupo não irá te deixar parado com sua mescla entre ska e hardcore e é um dos principais motivos para você ir ao Hangar 110 no dia 21.

Continua depois da publicidade

O dia 19 será na mesma pegada do primeiro show do mês. Duas grandes bandas da cena hardcore nacional, Sugar Kane e Zander, e uma sensação do rock brasileiro, Corona Kings. Com 20 anos na estrada, os paranaenses do Sugar Kane já marcaram história com seu hardcore melódico. Ao todo, o grupo tem 11 trabalhos de estúdio e dois DVD’s e já é uma das mais bem sucedidas bandas do estilo no Brasil. Também bem sucedida, mas de um cenário mais atual, a Zander conquistou o país com seu hardcore romântico e por seus shows energéticos. Para fechar esta terça-feira, o Corona King  estará divulgando seu novo disco, Death Rides A Crazy Horse. Em meio a bandas famosas, o quarteto tenta emplacar seu rock pesado com batidas fortes e vocal rasgado.

Além desses shows, dezembro contará com Chuck Ragan (projeto solo do vocalista da Hot Water Music), Garage Fuzz, Racquet Club no dia 03 (SOLD OUT); Gorgoroth, banda norueguesa de black metal, no dia 07 (SOLD OUT); Esteban Tavares, Delittus, Only e Revolução Humana no dia 10; Matanza no dia 13; Flicts, Excluídos, Deserdados e Drakula no dia 16; Hateen, na gravação de seu primeiro DVD (se quiser saber mais clique aqui), no dia 22; E para encerrar, no dia 23, dois shows no mesmo dia do CPM 22, ambos SOLD OUT.

Continua depois da publicidade

Esses são todos os shows que vão acontecer nesse maravilhoso – e péssimo mês – do Hangar 110. Tem som para todos os gostos e o melhor que podemos fazer é ir em todos ou no máximo que o dinheiro nos permitir. Todos os ingressos estão sendo vendidos no site www.hangar110.com.br

 

Continua depois da publicidade

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

BR

Enquanto finaliza o novo álbum, primeiro pela gravadora Deck, a banda Sugar Kane lançou uma música romântica. Com a chegada do mês dos namorados,...

BR

Uma das maiores bandas de hardcore do Brasil, o Sugar Kane acaba de assinar contrato com a gravadora Deck para lançar seu próximo álbum....

BR

Por Ana Kabbach e Daniel Avelar A banda Pense está a todo vapor para lançar seu quarto álbum de inéditas, Tudo Que Temos de...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos