O que você está procurando?

Geral

Adeus, Aurora: Supercombo inova e impressiona em nova roupagem

PABLO MELLO

Quando participou do programa SuperStar (Rede Globo), em 2015, a Supercombo tornou-se imediatamente uma aposta no indie rock brasileiro. Hoje, a banda já acumulou mais de 900 mil seguidores no Youtube e é mais do que uma referência no gênero.

Continua depois da publicidade

Muito disso se deu através das inovações que o grupo propôs, ultrapassando a barreira sonora ao exibir uma boa dialética com o público.

O capítulo mais recente dessa trajetória é o disco Adeus, Aurora, lançado no fim do mês passado, nas plataformas de streaming. A obra é considerada uma trilha sonora da história em quadrinhos (HQ), de mesmo nome, lançada pelo grupo no ano passado.

A baixista do Supercombo, Carol Navarro, conversou com a Reportagem e garantiu que as dez faixas desse trabalho vão ganhar videoclipes.

“Não sabemos a ordem pelas quais serão lançadas as músicas nesse formato, porque ainda estamos decidindo. O legal é que estamos adotando uma linguagem visual um pouco mais concisa, com uma preocupação maior nisso, já que agora temos uma parceria com a Cavalera (marca de roupas). A gente vai conseguir deixar a ideia de vestimenta mais linear enquanto brincamos com as doideras que sempre temos”, pontuou a baixista.

Continua depois da publicidade

Carol também ressalta que o grupo agora assume de vez a identidade das vestimentas nerds. “Faremos isso ao continuar nessa coisa da tac wear, geek,  que são coisas que também representam quem a gente é”.

Falando sobre o álbum em si, o mesmo é visivelmente distante dos trabalhos anteriores da Supercombo. Adeus, Aurora é mais pop e cruza com o RAP e o eletrônico, apesar de ainda (obviamente) flertar com o característico alternativo da banda. Parafuso a Menos e Meu Colorista são claros exemplos disso.

De acordo com a baixista, isso rolou pelos membros estarem mais aficionados em nomes como Billie Elish e Twenty One Pilots. “São coisas que acabam sendo rock no contexto geral, mas que na verdade são um pouco mais pops por não terem nada muito pesado. Isso influenciou para que a gente chegasse nesse lugar mais tranquilo de composição”.

Ainda abordando o processo de produção do álbum, Navarro contou que este novamente surgiu majoritariamente da “cabeça do Leo” e agradeceu ao dom do vocalista de “vomitar hits”. Ela explicou que o grupo esteve mais próximo durante as gravações, utilizando-o também para lapidar todas as canções em conjunto.

Continua depois da publicidade

Para Carol, que também executa diversos backing vocals na obra, esta união foi essencial, já que “todos estavam muito dentro do disco, mandando ideias”.

Até que ponto o lançamento conjunto de disco X HQ influenciou nas letras?

Na entrevista, Carol afirmou que a banda obteve a decisão de realizar o lançamento desta forma, com HQ e disco conexos quando ainda encerrara a turnê do álbum Rogério, citado acima.

“A gente já tinha essa ideia há algum tempo. Aproveitamos que temos uma ligação muito legal com a Comic Con e nos programamos para lançar a HQ na edição de 2018 do evento. Começamos o processo de construção dos personagens em dezembro do ano retrasado, com o disco foi caminhando junto. Mas não nos limitamos em fazer a HQ muito conectada com as músicas para que não soasse como uma ópera rock. A ideia era fazer uma trilha sonora, porque as letras tem a ver porém não são literalmente linkadas com a história”.

Continua depois da publicidade

A baixista ainda explicou que a iniciativa surgiu para suprir a falta da versão física do álbum. No entanto, esta possibilidade ainda está em aberto, como “pode acontecer”.

Novo integrante: André Dea

Outra novidade para a Supercombo, foi a entrada em definitivo do já conhecido André Dea. Ex-Vespas Mandarinas, o baterista já acompanhava a Supercombo desde meados de 2017 – contratado inicialmente como membro de apoio para algumas performances. O músico ressaltou que “sempre quis” torna-se um membro da banda e apontou que agora está “mais participativo em todos os momentos de decisão, podendo dar ideias pra clipes por exemplo. Isso acaba estreitando a nossa relação, que já era muito legal na estrada. Assim nos aproximamos como pessoas e nos conhecemos melhor”.

E para quem curte o projeto mais recente de Déa, a recente Violet Soda seguirá na ativa mesmo com isso. É o que o baterista garante. “Não vou conseguir fazer todos os shows porque algumas datas casam com as da Supercombo. Mas a gente tem um monte de amigo que toca ‘batera’ bem pra caramba e eles vão estar bem servidos quando eu não estiver por perto. Nós vamos fazer um disco ainda nesse ano. Então o projeto segue, com tudo normal”, concluiu.

Continua depois da publicidade

Show em Santos

Com o disco Adeus, Aurora na bagagem, a Supercombo se apresenta na Arena Club (Avenida Senador Pinheiro Machado, 33, na Vila Mathias) no próximo dia 26. O evento terá início às 20h. Os ingressos para a apresentação já estão à venda e custam entre R$ 30,00 e R$ 100,00. Para comprar, acesse o site Event Brite.

Ouça o disco

Continua depois da publicidade

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

Entrevistas

Prestes a completar 81 anos, Dori Caymmi confirmou show no Sesc Santos. A apresentação acontece no Teatro, no próximo dia 2, a partir das...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos