O que você está procurando?

Geral

Um momento histórico com Michael Jackson e Olodum no Pelourinho

ZÉ VIRGÍLIO BBMP

“Michael! Michael! Eles não ligam pra gente”!!!

Continua depois da publicidade

De 1994 a 1998 tive o orgulho e a honra de ser produtor-executivo e artístico da minha querida banda Olodum, com meus amigos da percussão. Dentre as experiências maravilhosas vividas naquela etapa da minha carreira, uma foi inesquecível: A gravação do videoclipe de They Don’t Care About Us, de Michael Jackson, uma das preferidas do Rei do Pop. Vale lembrar que ele já tinha feito um clipe desta canção e não gostou. Ele convidou Spike Lee para dirigir um novo clipe e pediu para ele pesquisar som de tambores da África, Cuba e América Latina, sendo que o renomado diretor indicou o som dos tambores do Olodum, o samba-reggae.

Naquelas tardes de sexta-feira e sábado de fevereiro, em pleno o verão, transformou o Pelourinho e Salvador. Me lembro que o grande maestro Neguinho do Samba, criador do samba-reggae e meu saudoso amigo, tratava a situação com a maior naturalidade, na Praça Jubiabá, na sexta-feira à tarde. A banda, formada por mais de 200 percussionistas, estava com uma parafernália de equipamentos, técnicos, produtores, gente circulando pra lá pra cá uma loucura total. Ele, Neguinho do Samba, pegou o megafone e bradou: “PESSOAL, QUERO FAZER MINHA PORRA DE PRIMEIRA, não quero erro! Amanhã quando ele chegar é só colocar a voz”. E assim foi feito, a base percussiva já estava gravada.

No sábado, o Pelourinho era um frisson com a expectativa da chegada do Rei do Pop. Só entrava no largo do Pelourinho moradores, pessoas que estavam trabalhando na gravação do clipe, imprensa e convidados. Quando a van conduzindo Michael entrou no largo do Pelourinho foi uma loucura: Pessoas gritando, correndo, desmaiando… Ele foi para uma casa adaptada como camarim e da sacada acenava para multidão que extasiada o reverenciava.

Spike Lee me procurou e solicitou camiseta do Olodum. Me disse que quando Michael passou na van viu pessoas vestidas com camisetas do Olodum e adorou. Ali, ele definiu qual seria o seu figurino. Além do trabalho intenso, fiquei observando a reação daquelas pessoas. Uma mulher falou: “Tirei uma foto com ele”. A outra respondeu: “Que nada, nega! Você tirou com o falso Michael Jackson”, disse em referência ao cover que acompanhava Michael na viagem.

Continua depois da publicidade

Um dos músicos do Olodum se consagrou naquela tarde, Bira. Michael percebeu as evoluções do percussionista com os instrumentos e dança e chegou junto. Improvisaram uma coreografia e a partir dai, meu amigo virou Bira Jackson e sua vida se transformou. Teve também um menino da banda mirim que se destacou. Glória Maria, da Rede Globo, estava atônita, pra lá e pra cá, totalmente extasiada como o povo ali presente.

Aqueles dois dias foram marcantes na minha carreira e vida. Vê a simplicidade daquela mega estrela e como ele interagiu com os músicos do Olodum, o respeito e a reverência ao maestro Neguinho do Samba, a relação próxima com a comunidade do Pelourinho, tudo foi inesquecível!

Em 2000, estava morando em São Bernardo do Campo (SP) e vi na HBO uma entrevista de Spike Lee. Durante a entrevista, perguntado sobre o que representava o Brasil para ele, respondeu de forma direta, sem titubear: “Futebol brasileiro, a Bahia e o Olodum”.

Sim, aquele dia não foi especial para nós apenas. Todos sentiram aquela energia mágica: o Olodum, a equipe técnica, a comunidade do Pelourinho, o Spike Lee e o Rei do Pop.

Continua depois da publicidade

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

BR

A banda Raça lançou o videoclipe de Nem Sempre Fui Assim, primeiro single do quarto disco, que será lançado no segundo semestre. Com direção...

BR

Três anos depois de entrar pra história do bedroom pop nacional com seu bem recebido disco de estreia solo, A Dobra no Espaço-tempo (2021),...

BR

O novíssimo Edgar lançou o clipe de Incapturável, uma das faixas de seu novo álbum, Universidade Favela (Deck). A música é um feat de...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos