Encontre no blog...



Gringolândia

Roxette lança edição especial de “Joyride”

Este ano, o grupo sueco Roxette comemora o 30º aniversário de seu terceiro álbum, Joyride, que veio após a espetacular revelação global da banda com Look Sharp!, em 1989.

O 30º aniversário de Joyride está sendo comemorado com o lançamento do box digital contendo o álbum original, material inédito e raridades, retratando um quadro mais completo de um momento único na história do pop.

Três singles número #1 nos EUA – The Look, Listen To Your Heart e It Must Have Been Love – além de outros grandes sucessos como Dressed For Success e Dangerous tornaram rapidamente o duo Marie Fredriksson e Per Gessle um fenômeno de sucesso mundial.

Continue lendo após a publicidade

Joyride foi o álbum que deveria fortalecer o recém-descoberto status de sucesso global do Roxette . E conseguiu. Em 1º de maio, a faixa-título subiu direto para a #1 posição na parada da Billboard Hot 100 – estabelecendo um recorde nunca antes atingido por nenhum outro grupo ou artista escandinavo, ajudando o Joyride a vender mais de 11 milhões de cópias.

Doze das músicas são inéditas, entre elas a primeira gravação de Hotblooded, que originalmente deveria ser a faixa de abertura do álbum até que Joyride entrou em seu lugar, dando nome ao álbum e à futura turnê, Join the Joyride.

Entre as inéditas estão também duas demos de músicas originalmente lançadas pelo antigo grupo de Per, Gyllene Tider, que tentou quebrar o mercado internacional com o álbum The Heartland Café, em 1984.

“Em outono de 1989, eu selecionei todos os tipos de materiais possíveis para o novo álbum do Roxette. Run Run Run e Another Place, Another Time, do álbum Heartland Café pareciam fortes competidores, então fizemos versões demos novas e mais ‘roxificadas’ para elas. Run Run Run era minha favorita – achei que tinha potencial para ir longe”, Per Gessle relembra.

Continue lendo após a publicidade

Porém, as duas músicas nunca foram gravadas em estúdio. “Apesar de estarmos sempre viajando pelo mundo, promovendo o Look Sharp! e It Must Have Been Love, consegui encontrar tempo para escrever diversas músicas novas. A maioria delas eram feitas para a Marie cantar, e no final, escolhemos aquelas”, completou Per.

Outras demos desenterradas de 1990 são Small Talk, Church Of Your Heart, Physical Fascination, Things Will Never Be The Same, I Remember You e por último, mas não menos importante, o futuro single lado B The Sweet Hello, The Sad Goodbye – uma das maiores músicas que nunca estiverem em um álbum e que se tornaria uma faixa muito amada pelos fãs do Roxette – os “Roxers” – e gravada por diversos artistas, entre eles a cantora americana Laura Branigan.

Sweet Thing é outra de muitas músicas escritas e tornadas demos para o novo projeto, dando ao ouvinte um insight mais completo do processo de criação desse clássico álbum pop.

Continue lendo após a publicidade
PUBLICIDADE

CATEGORIAS

PUBLICIDADE

Posts relacionados

BR

Ao longo do ano de 2021, Dany Romano lançou dez músicas, uma em cada mês, a partir de fevereiro. Contudo, em dezembro, o disco,...

Agenda

A cantora Urias fará seu retorno aos palcos agora em janeiro. Em resumo, ela, que irá lançar o seu álbum Fúria com oito músicas...

BR

Uma exploração sobre o que nos aguarda no fim do universo é o que move Antares, álbum de estreia da multi artista mineira Yasmin...

BR

O projeto Ascenda, uma narrativa visual e sonora, idealizada pela cantora e compositora Pilar, enfim, está completa. Co-roteirizada em três atos por ela e...