O que você está procurando?

Geral

Conheça o Costanera, banda que reúne músicos do Dead Fish, White Frogs, Menores Atos e Plastic Fire

Foto: Karen Lusvardi / Divulgação

Um supertime de músicos veteranos do cenário hardcore nacional uniu forças para dar início a um novo projeto, o Costanera. Entre eles está o santista João Veloso Jr, ex-baixista do White Frogs, nome marcante da região nos anos 1990 e 2000. E o time que está com ele é bem conhecido do público: Rodrigo Lima (Dead Fish), Daniel Avelar (Plastic Fire) e Ricardo Mello (Menores Atos e Noção de Nada).

Continua depois da publicidade

O resultado desse encontro será conhecido no domingo, quando o EP de estreia, Chamem Isso Democracia e Vai Ficar Tudo Bem, será lançado nas plataformas de streaming. As três faixas (Ctrl C Ctrl V, Neo Nada e Lupito) também vão ganhar uma versão em vinil, a ser lançado pela Monstro Discos, de Goiânia, ainda no primeiro semestre.

O curioso da história do Costanera é que ela teve início em 2015. Os músicos escreveram e gravaram as músicas na Audio Rebel, no Rio de Janeiro. Os instrumentos foram todos gravados com a mesa pilotada por Rodrigo Piccoli, à época guitarrista do Jason.

O projeto foi perdido e ficou pausado por três anos, até que os arquivos da sessão foram encontrados por Rodrigo, que hoje vive nos Estados Unidos. Com o instrumental em mãos, as vozes foram gravadas por Fernando Sanches no estúdio El Rocha, em São Paulo, onde também foi mixado e masterizado pela mesma pessoa.

“Morava no Rio e encontrava muito o Daniel na rua e também na Audio Rebel, onde ia sempre ver shows. Combinamos de fazer um som, tocamos algumas vezes em casa e ele trouxe o Ricardo para a bateria. Um pouco depois, veio a ideia de chamar o Rodrigo para cantar e rolou. Todos nos conhecemos há alguns anos e acho que foi algo meio natural, de quem ouve o mesmo tipo de música, pensa parecido sobre o mundo e se encontra em cima do palco há tanto tempo”, comenta Jr, que além de tocar no White Frogs, também comandou o programa Microfonia na extinta rádio Enseada FM e comanda a Definite Choice Records.

Continua depois da publicidade

Em uma das faixas, Lupito, o Costanera conta com a participação da CaroX (Miami Tiger) e Moises Bekerman (Rallye e Angular) nas vozes. E, justamente isso, que vai chamar a atenção de quem ouvir as músicas. São muitas vertentes do hardcore no mesmo projeto.

“Acho que todos possuem uma identidade forte em seus instrumentos. É a voz do Rodrigo, que escuto desde o começo dos anos 1990 no Dead Fish, a guitarra super trabalhada do Daniel no Plastic Fire, a bateria do Ricardo, com a personalidade de quem compõe junto e não somente marca o tempo. E tem o meu baixo, a minha maneira de compor que tem também sua maneira específica de palhetada, de timbre e estrutura de música”, comenta Jr.

As músicas, todas em português, são uma mistura das influências e das outras criações dos seus integrantes, sendo perceptível a contribuição e personalidade de cada um nas composições que também sofrem influência de bandas da Califórnia, de Washington DC, da Europa e do Brasil, uma mistura de Dag Nasty, Uniform Choice, Bad Religion, RKL, Satanic Surfers e Cólera.

“Você vai encontrar algo de todas essas bandas, mas isso é natural, para quem se entrega e coloca tanto de si em composições. Acho que nem tentamos algo diferente, mas também não era para soar igual. Era simplesmente para ser transparente, intenso, verdadeiro e direto. Um pouco como a gente é no dia a dia”.

Continua depois da publicidade

O baixista afirma que existe a possibilidade de fazer mais músicas e alguns shows. “Com a mudança do Ricardo para SP, pode ser que aconteçam. O Daniel ainda mora no Rio, mas vem pra cá com alguma frequência e aproveitamos estas datas para ensaiar. O que vai acontecer? Acho que nem a gente sabe. Espero apenas que as pessoas gostem das músicas tanto quanto a gente gostou de escrever e gravar”.

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

BR

O renomado gaitista Gabriel Grossi une-se a Jorge Pardo, uma lenda do jazz europeu e mestre da flauta, além de ser um dos nomes...

Gringolândia

Em 9 de junho de 2023, Archy Marshall lançou Space Heavy, seu quarto álbum de estúdio sob seu pseudônimo musical King Krule. O álbum...

BR

A cantora e compositora Belli disponibilizou em todas as plataformas de streaming o EP Repete. Com as faixas Repete e Dopamina, o trabalho dá...

BR

O rock psicodélico caipira do agora quinteto Beeguas está de volta com três faixas gravadas nos primeiros meses de 2024 no concorrido estúdio Lab...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos