Encontre no blog...



TV e Cinema

Duelo de gigantes: Trolls 2 nos cinemas, Mulan no Disney+

A disputa do streaming contra o cinema ganhou mais um capítulo importante. Nesta quinta-feira (3), a animação Trolls 2 chega aos principais cinemas, enquanto o live-action de Mulan é a atração da plataforma Disney+ amanhã.

Anteriormente, as duas produções foram apresentadas como estrelas da Universal e Disney, respectivamente, na CCXP 2019.

Agora, exatamente um ano depois, elas rivalizam pela atenção do público. Cada uma em sua plataforma. Muita coisa mudou no mundo desde a última CCXP, ambos os filmes já vazaram para o público em sites de torrent, mas a expectativa ainda é muito grande.

Continue lendo após a publicidade

Trolls 2 é mais indicado para as crianças, mas funciona muito bem pela trilha nostálgica também. Fato esse que pode agradar os pais. O live-action de Mulan é mais denso, mas as belas imagens e coreografias podem alcançar outros públicos.

Mas vamos aos filmes. Primeiramente, o início de Trolls 2 é um medley com várias músicas marcantes adaptadas ao universo dos personagens. A lista inclui Cindy Lauper, Scorpions, Ozzy Osbourne, Daft Punk, Justin Timberlake (que também interpreta novamente o Tronco), entre tantos outros. Impossível um começo tão apaixonante como esse não prender a sua atenção.

Posteriormente, Poppy (Anna Kendrick), a líder dos trolls, descobre que existem outros mundos, cada um com um gênero musical diferente, como rock, funk, tecno, clássico e até sertanejo. Quando surge uma ameaça inesperada, ela e seus amigos terão de unir todos os trolls para salvar o mundo da música.

Trolls 2 consegue ser ainda mais interessante que o primeiro filme, lançado há quatro anos.

Continue lendo após a publicidade

Mulan

Quem assistiu a animação e chega com a nostalgia lá em cima, pode ficar um pouco decepcionado com o live-action. Remake mais caro da Disney, Mulan perdeu todo o humor do desenho, deixando personagens icônicos como o dragão Mushu e o grilo da sorte fora da história. Todavia, as músicas também são ausências sentidas.

No entanto, se você assistir Mulan sem a expectativa por encontrar uma cópia perfeita da animação, pode ter boas surpresas. O filme é uma linda homenagem à cultura chinesa, baseia-se na lenda de Mulan. Além disso, as imagens são lindas, tal como as cenas de combate, muito bem coreografadas.

Também é importante ressaltar que a mensagem feminista de Mulan ficou ainda mais evidente no live-action. Na animação, a personagem já era uma pessoa muito à frente do seu tempo. Legal que ampliaram isso no live-action.

Hua Mulan (Liu Yifei) é a filha mais velha de um honrado guerreiro. Quando o Imperador da China emite um decreto que um homem de cada família deve servir no exército imperial, Mulan decide tomar o lugar de seu pai, que está doente. Posteriormente, assumindo a identidade de Hua Jun, ela se disfarça de homem para combater os invasores que estão atacando sua nação.

Continue lendo após a publicidade

ACOMPANHE

FacebookTwitterInstagramSpotifyYoutube
PUBLICIDADE

CATEGORIAS

PUBLICIDADE

Posts relacionados

TV e Cinema

Que a Pixar sabe emocionar crianças e adultos, não é nenhuma novidade. É assim desde Toy Story – Um Mundo de Aventuras, em 1995,...

Especiais

Os primeiros acordes de Passou Passou, faixa de abertura do novo álbum do capixaba Silva, Cinco, já passam uma mensagem bem legal: o músico...

BR

De tempos em tempos, o cenário musical da Baixada Santista nos surpreende com novidades sonoras. É assim desde os anos 1970, quando o Recordando...