Nossas redes

O que você está procurando ?

Geral

Viper lança DVD em São Paulo no domingo; Guitarrista relembra história com Chorão em Santos

A banda paulistana de heavy metal Viper lançará neste domingo, no Carioca Club, em São Paulo, o DVD To Live Again – Live in São Paulo. O material traz o registro de uma apresentação do grupo, em 2012, na Capital. O evento começa às 18h30.

No repertório, a banda promete apresentar faixas dos álbuns Soldiers of Sunrise (1987) e Theatre of Fate (1989), os dois gravados pelo vocalista Andre Matos, além de composições de outras fases. “É legal ver o Andre cantando músicas do período que ele não estava na banda. O público tem curiosidade de ver”, explica o guitarrista Felipe Machado.

Publicidade

A estreia de um registro oficial chama a atenção dos fãs. Apesar das idas e vindas durante a carreira, o Viper iniciou sua trajetória no começo dos anos 1980. De lá para cá, colecionou excursões para o Japão, Estados Unidos e Europa.

“Acho que depois do Sepultura, fomos a primeira banda brasileira de metal a excursionar pelo mundo”, diz o guitarrista.

O músico afirma que o Viper nunca chegou a parar com suas atividades, apesar de alguns anos sem produção e shows. “Reunimos os integrantes da formação original, em 2012, para comemorar os 25 anos do nosso álbum de estreia, o Soldiers of Sunrise. A intenção já era gravar o DVD, mas só tínhamos planejado cinco shows, que viraram 30”.

Publicidade

Por conta dessa demanda, o guitarrista não sabe dizer se o Viper esticará uma sequência de shows após a apresentação de domingo. “Queríamos lançar o DVD ainda neste ano. Agora, mais shows só em 2016 mesmo”, diz. “Turnê pela gringa fica um pouco mais complicado. Eu vou lançar um álbum solo, o Andre Matos tem o projeto paralelo dele”, completa.

Apesar da agenda concorrida, Felipe Machado disse que esperar retornar a Santos no próximo ano com o Viper. “Temos uma relação muito legal com a Cidade, desde os tempos do Circo Marinho. Tocamos também no Vasco, sempre com histórias marcantes”.

Uma dessas histórias envolve uma personalidade. “Após um show no Vasco, um maluco entrou no camarim para gravar uma entrevista com a banda. Ele se jogava no chão, fazia perguntas em inglês. Era um cara bem divertido. Naquela noite, a banda dele, o What’s Up Doc, abriu o nosso show. Era o Chorão, do Charlie Brown Jr. O cara já tinha estrela naquela época”.

Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

Publicidade

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos