Nossas redes

O que você está procurando ?

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Crítica | The Visiting – Darchitect

Quem acompanha o cenário nacional com certeza bateu cabeça com Mechanical Healing (2017), debute dos paulistanos do Darchitect, que trazia uma original mistura de thrash/death com stoner.

Quatro anos depois, eis que surge The Visiting, segundo álbum do hoje quarteto formado por Alex Marras (guitarra e voz), Gabriel Gifoli (bateria), Lucas Coca (voz) e Andre Silva (baixo). E o segundo ato vem para confirmar o Darchitect como um dos destaques do metal brazuca.

O estilo base continua sendo o thrash/death metal, com os guturais fortes e riffs pesados. Mas The Visiting possui uma janela de variedades, sempre surpreendendo o ouvinte em cada faixa.

Publicidade

Após a curta intro, Flight of The Vulture chega despejando velocidade e riffs fortes, perfeita para a abertura. Hidden Voices inicia com um breve solo de bateria para logo descambar para riffs cadenciados e vozes limpas, tudo isso para chegar a um belíssimo solo de guitarra na melhor linha stoner, um dos melhores momentos do álbum.

A abertura de The Lighthouse parece ter saído de algum álbum do Black Sabbath da década de 70, com o mesmo andamento doom metal. Após uma acelerada, a faixa alterna dedilhados suaves de guitarra com partes de pura pancadaria death, e somos mais uma vez surpreendidos por outro inspirado solo de guitarra stoner.

Assim caminha o som do Darchitect, nunca se prendendo a um determinado gênero, e sim acenando para toda a gama de influências que se abatem sobre os músicos, e isso inclui Black Sabbath, Sepultura, Benediction e Pantera.

Darchitect pesado

O álbum não é de fácil assimilação, talvez exija várias ouvidas para absorvermos todo o seu amplo espectro musical. O ouvinte que fizer isso terá boas recompensas, pois mais faixas interessantes encontramos pela frente, como a quase balada Shelter in The Labyrinth, a pesada Behold Me As I Fall (que conta com um interlúdio atmosférico em seu meio, ao estilo prog anos 70), e a poderosa faixa-título, que pode ser encarada como um cartão de visitas do Darchitect, reunindo todas as características da banda, além de contar com mais um soberbo solo de guitarra.

Publicidade

Thrash, death, stoner, prog metal….não importa o rótulo, o Darchitect é formado por ótimos músicos que parecem curtir a arte de criar, de deixar fluir a sua veia musical. Esse é, sem dúvida, o grande mérito da banda. Recomendado.

The Visiting
Ano de Lançamento
: 2021
Gravadora: Die Hard Records
Gênero: Thrash Metal/Death Metal/Stoner Metal/Prog metal

Faixas:
1-As The Wind Blows
2-Flight Of The Vulture
3-Hidden Voices
4-The Lighthouse
5-Evanescing Hopes
6-Shelter In The Labyrinth
7-Mirrors of Illusion
8-Behold Me As I Fall
9-Hunger of The Void
10-Adrift
11-The Visiting
12-I Am The Sea

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Amigos, que cacetada! O novo álbum dos paulistanos do Nervochaos, All Colors of Darkness, mau foi lançado e já é um dos mais brutais...

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Quem acompanhou o cenário nacional no final dos anos 1980 e início dos 1990, com certeza lembra dos mineiros do The Mist, banda liderada...

Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

Desde o início de sua jornada, com o magistral EP Sentence of Death (1984), Schmier e sua turma jamais decepcionaram seus fãs. Tá certo...

Publicidade

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos