O que você está procurando?

Gringolândia

Cage the Elephant solta a dançante Good Time, terceira prévia de Neon Pill

O Cage The Elephant compartilhou o single Good Time, de seu próximo álbum Neon Pill, que será lançado em 17 de maio pela RCA Records. Good Time segue os singles recentes do novo álbum, incluindo Out Loud e Neon Pill.

Good Time foi uma daquelas raras faixas que me cativaram quase instantaneamente. A instrumentação foi tão impactante, com uma energia tão comandante, que foi quase como se eu não conseguisse me impedir de escrever algo para ela se eu quisesse. Muito diferente de qualquer coisa que já tínhamos escrito antes, e de alguma forma ainda parecia relativamente familiar em comparação com nossos trabalhos anteriores”, comentou Matthew Shultz.

Para o vocalista, a canção “parecia visualmente que era alguma criatura alienígena monstruosa e estranha marchando e tropeçando por uma rua lotada no meio de um desfile em um dia quente de verão ou algo estranho assim”.

Continua depois da publicidade

“Eu queria que os vocais dançassem e brincassem com essa energia. Para serem potentes e ao mesmo tempo intuitivos ou um murmúrio aparentemente aleatório. Como se fossem uma peça confessional quebrada e desesperadamente delirante. Para ilustrar da melhor forma possível, psicose e o emaranhado do diálogo interno que circula constantemente quando nesse estado. Ao mesmo tempo, de maneira divertida, proclamando sarcasticamente que tudo era apenas uma boa hora ou talvez mais permitindo que a declaração sarcástica permanecesse aberta como mais uma questão em si. Uma música de festa que, por baixo da superfície, pode não ser uma música de festa de jeito nenhum”, completou Shultz.

Neon Pill encontra o sexteto de Kentucky — os irmãos Matthew Shultz [vocais] e Brad Shultz [guitarra], Daniel Tichenor [baixo], Jared Champion [bateria], Nick Bockrath [guitarra principal] e Matthan Minster [guitarra, teclas, vocais de apoio] — forjando novos terrenos musicais, enquanto mantém sua criatividade intransigente e performances profundamente catárticas.

“Para mim, Neon Pill é o primeiro disco em que fomos consistentemente não influenciados, e digo isso de maneira positiva”, observa Matthew.

“Tudo é indubitavelmente expresso através de termos encontrado nossa própria voz. Sempre nos inspiramos em artistas que amamos e, às vezes, até os emulamos até certo ponto. Com este álbum, depois de passar por tanto, a vida quase nos obrigou a nos tornarmos cada vez mais confortáveis conosco mesmos. Não estávamos buscando muito além da pura experiência da expressão pessoal e, ao mesmo tempo, não necessariamente nos acomodando também. Apenas encontramos uma singularidade em simplesmente existir.”

Continua depois da publicidade

Ouça Good Time, do Cage The Elephant

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

BR

Anna Akisue, destaque no The Voice Brasil em 2016, e Paula Mattos, que tem faixas com diversos artistas importantes, como Thaeme e Thiago e...

BR

Adverso preparou seu novo capítulo com o single Reconheço, já disponível nas plataformas digitais. Reconheço foi escolhida como primeiro single do novo disco por...

BR

Depois de rodar as principais capitais do país com a turnê do seu EP Robson, Diogo Defante se prepara para dar mais um passo...

BR

Navegando por suas emoções e intuições artísticas, Chico Bernardes aborda a busca constante por um motivo para viver em Motivo, segundo single do seu...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos