Encontre no blog...



Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

Crítica | Fortitude – Gojira

Duas décadas após a estréia com Terra Incognita, os frances do Gojira já rodaram o mundo nos festivais mais importantes do metal mundial (inclusive o nosso Rock In Rio), além de ter criado uma abordagem bem peculiar de tocar o seu metal, que consiste num original híbrido de death metal com progressivo, além de doses generosas de groove.

Alguns fãs mais antigos opinam que a banda tem caprichado mais no prog do que no death, e ao analisar seus dois últimos álbuns, é difícil discordar disso. Mas o som não está menos pesado, se é isso que você está pensando. Fortitude, novo álbum da banda, confirma a tese.

O Gojira sempre misturou breakdowns, refrãos viajantes e muitas partes atmosféricas, e Fortitude está recheado com essas características. Amazonia, primeiro single do álbum, aborda problemas ambientas que a Floresta Amazônica sofre, e soa incrivelmente como o Sepultura da fase Chaos A.D e Roots, ouça para crer. E é uma faixa densa, pesada, atmosférica, uma das melhores da carreria do Gojira.

Outra que também lembra o nosso glorioso quarteto mineiro é a faixa de abertura, Born For One Thing, que o ouvinte chega a jurar que Max Cavalera vai entrar cantando em qualquer momento.

Continue lendo após a publicidade

Variedade

Mas nem só disso vive Fortitude. O guitarrista/vocalista Joe Duplantier capricha na sua forma de impor a voz, fazendo dos refrãos do álbum verdadeiros mantras. E ao deixar o álbum correr, vamos encontrando mais faixas que sintonizam perfeitamente o que é o Gojira, como Another World, New Found e The Chant, que não encontrarão dificuldade alguma em fazer a mente dos fãs da banda, que não são poucos.

As influências de Metallica e Morbid Angel também estão lá, intactas. Mesmo não sendo mais tão death metal como nos dois primeiros álbuns, o Gojira ainda é uma força do metal mundial, e Fortitude um dos melhores trabalhos de sua carreira.

Fortitude
Ano de Lançamento: 2021
Gravadora: Roadrunner Records
Gênero: Death Metal/Metal Progressivo/Groove Metal

Faixas:
1-Born For One Thing
2-Amazonia
3-Another World
4-Hold On
5-New Found
6-Fortitude
7-The Chant
8-Sphinx
9-Into The Storm
10-The Trails
11-Grind

Continue lendo após a publicidade

ACOMPANHE

FacebookTwitterInstagramSpotifySpotify
PUBLICIDADE

CATEGORIAS

PUBLICIDADE

Posts relacionados

Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

E os mestres suecos do At The Gates estão de volta, três longos anos após o excelente To Drink From The Night Itself, que...

Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

Uma das bandas mais originais e interessantes do metal mundial. Assim é o Fear Factory, que no início dos anos 1990 abalou a todos...

Mundo Extremo - Cláudio Azevedo

Os fãs do Grave Miasma tiveram que esperar quase uma década pelo segundo álbum do grupo. Demorou, mas enfim saiu Abyss of Wrathful Deities,...

Brasil Extremo - Cláudio Azevedo

Em uma época de caos e incertezas, os amantes do som extremo estão tendo uma verdadeira bênção (ainda que infernal) com diversos lançamentos do...