Nossas redes

O que você está procurando ?

Pop Punk Academy - Lupa Charleaux

Pop Punk Academy #25 – Minha trilha sonora de 2016

Chegamos ao último post do Pop Punk Academy em 2016. E como todo final de ano, sempre rola uma lista de melhores do ano. Essa lista será bastante pessoal. Ou seja, terá alguns artistas que fogem do estilo pop punk.

Ela também será bastante pessoal, pois escolhi cinco lançamentos que marcaram o ano de 2016 de alguma forma. Assim como a maioria das pessoas, meu ano também não foi dos melhores. Mas encontrei na música a força que precisava para enfrentar todos os desafios que surgiram.

Publicidade

Então, nesta lista entram discos e EPs que foram uma trilha sonora pessoal. Não apenas porque o material fantasticamente executado. Mas porque eles foram importantes para manter minha mente sã. So… Let’s Go!

Flanders 72 – Atomic: Esse foi o primeiro disco de 2016 que me conquistou. Lembro de estar voltando da casa da minha namorada no interior de São Paulo; e então resolvi focar em apenas prestar atenção na letras. Todas elas são muito boas, algumas engraçadas, outras mais sérias. Um dos melhores discos de pop punk nacional deste ano.

Quando tocou You Got To Be Strong. Acho que voltei a músicas umas cinco vezes. Decidi que ela seria um dos mantras para enfrentar as adversidades de 2016. E foi verdade, pois: Você precisa ser forte, mais forte do que qualquer um. Você tem que se manter firme porque a vida pode te bater forte.

Publicidade

Dinamite Club – Do Começo Não Dá Pra Enxergar o Fim: Esse EP saiu no começo do ano e mesmo curto teve uma forte influência na minha vida. Para ser mais específico, uma música marcou bastante meu ano. Nada É Só Bom tem uma letra tão linda e verdadeira. Realmente feito de coração aberto. Algo bem raro de se ver.

Essa música também me marcou porque é tudo que eu gostaria de ter dito para minha avó, que faleceu este ano. Curiosamente, poucos dias depois de eu ter visto um show fantástico da Dinamite Club no Hangar 110.

Nada Em Vão – Sempre Em Frente: Esse EP foi lançado no momento certo para mim. Naquelas épocas complicadas em que todas as mensagens PMA te enchem de força, fazem esquecer todas as merdas e focar nas coisas boas. Sempre Em Frente tem esse poder devido às letras em português para absorver o conteúdo cheio de energias positivas de forma rápida.

Publicidade

É um pouco difícil escolher apenas uma música, porque todas as 7 são fantásticas. Mas a que me impactou e me ajudou mais foi Transformar:

Descendents – Hypercaffium Spazzinate: Foram muitos anos esperando um disco de inéditas do Descendents. E Hypercaffium Spazzinate é disco gigantesco, lindo, cheio de energia e letras fantásticas. Para completar o “pacote”, no começo de dezembro teve os shows épicos em São Paulo.

Milo, Bill, Karl e Stephen foram responsáveis por fazer meu 2016 um pouco melhor. Então, só posso dizer: Thank You For Playing The Way You Play.

Publicidade

Pears – Green Star: Esse é um único lançamento de 2016 que não escolhi porque as letras me marcaram. Foi pela energia que o Pears tem e me faz lembrar aquelas bandas de hardcore dos anos 80. É intensa por conta dos vocais rasgados do Zach Quinn alinhado com um instrumental que consegue ser sujo e melódico dentro da mesma canção.

Enfim, o Pears roubou minha atenção este ano. E toda sua energia explosiva foi importante para mim. Desde que foi lançado em abril, o disco Green Star não saiu do meu MP3.

Na torcida que 2017 tenha mais discos grandiosos como Hypercaffium Spazzinate, mais músicas cheias de PMA iguais as letras do EP Sempre em Frente do Nada em Vão. Mas acima de tudo, seja um ano espetacular para todos! Bom Natal e “até ano que vem”!

Publicidade

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

BR

A banda Autoramas está de volta com o EP Vivo na Cecília. O registro traz músicas que nunca eram tocadas ao vivo, como Digoró,...

Gringolândia

O vocalista do Descendents, Milo Aukerman, de 60 anos, sofreu um ataque cardíaco na noite da última quinta-feira (27). No momento, ele está no...

Gringolândia

O Descendents deveria tocar no Festival des Bières du Monde 2023, em Quebec, no Canadá, no fim de semana passado. No entanto, a banda...

Publicidade

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos