Nossas redes

O que você está procurando ?

Geral

Revisitando a fossa: clima, Darklands e Não Não-Eu

LETTY

Chovia torrencialmente ontem. Final de tarde, domingo, a voz do Faustão feito monstro reverberando nos meus ouvidos. Qualquer grão de milho que eu ousasse estourar pra me distrair mastigando murcharia em questão de segundos.

Publicidade

Fechei a janela da sala para que não precisasse enxugar o chão depois. Eis que o dia se encontrava naquele horário em que não sabia se ainda era dia ou se já era noite. E, ao fechar a janela, a sala foi inundada por uma cor de crepúsculo, um azul cegante, embora escuro.

Os tons da chuva e de tudo que a acompanha são sempre parecidos. Mês passado eu tive a (des)honra de presenciar um raio caindo ao meu lado e partindo uma árvore em mil faíscas, antecedido por um estouro e uma luz, igualmente cegante, de uma cor que eu não sabia dizer se era verde ou azul.

O azul da capa do Darklands, do Jesus and Mary Chain.

There’s something warm about the rain (Existe algo de morno na chuva)” – About You

Publicidade

Eu não sou a maior conhecedora da chuva e seus consequentes fenômenos – só sei que o Brasil é o país campeão de relâmpagos no mundo – mas não me lembro de outro álbum em que se fale tanto da chuva como esse. E, como Tom Waits dizendo que adora melodias lindas dizendo coisas terríveis, ironicamente eu amo dançar Darklands do começo ao fim, olhando a chuva espancar a janela. Talvez porque a dor me faça dançar, essa dorzinha de se ler nos versos dos outros que bate feito coceira na sola do pé; não dá pra coçar então eu danço. É aquela tristeza fazendo força pra ser feliz, aquele sentimento abafado que você não deixa ninguém saber que existe, mas aí vem a chuva e ah, meus caros, ela sabe de tudo.

You were my sunny day rain
You were the clouds in the sky
You were the darkest sky
But your lips spoke gold and honey
That’s why I’m happy when it rains
I’m happy when it pours
Looking at me enjoying something
That feels like feels like pain
To my brain” – Happy When It Rains

(Você era chuva do meu dia ensolarado
Você era as nuvens no céu
Você era o céu mais escuro
Mas seus lábios falavam ouro e mel
É por isso que eu fico feliz quando chove
Eu fico feliz quando ela cai
Olhando para mim desfrutando de algo
Que se parece com a dor
Na minha mente)”

Pois bem, assim como o molhado dói (sabe aquela história de que, a determinados metros de altura, a água é dura como pedra e fatal caso você caia?), o árido rala e arde sem cerimônia, escapando à chance de se sair ileso. Me faz lembrar de quando eu caí de joelhos no meio da rua de paralelepípedos, e fiquei assustada não por estar toda estourada, mas pela cor do sangue que saía de mim; um vermelho esquisitamente penetrante, profundo e ardido. Parecia que jorrava do coração.

Publicidade

Exatamente assim eu também descrevo a música e o clipe de Chão, da banda mineira Não Não-Eu. Sem por nem tirar palavras; eu posso sentir meus joelhos em atrito com os paralelepípedos e a vertigem do susto que vira dor logo nos primeiros segundos de play.

Assim, nesse mundo sem volta
Nesse corpo que se joga ao chão
Meu coração é uma nuvem nebulosa que se arrasta

Não sei se melhor me cabe o árido futuresco ou chuvoso nostálgico nesse momento, mas tenho certeza de que esses ruídos dos beats eletrônicos costurados por melodias tão doces que queimam a boca são sempre uma boa pedida para uma segunda-feira xoxa como essa da qual vos escrevo.

Publicidade

Deleitem-se no molhado, no seco ou ambos.

Letty

Publicidade

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

Gringolândia

A cantora Rosalía lançou Tuya. Seguindo a exploração sonora de seu inovador álbum Motomami, Tuya é uma canção sensual e livre, produzida por Rosalía...

BR

A banda santista Depois da Tempestade lançou o videoclipe da canção Barganha, terceiro single do álbum Luto por Esperanza. O single conta com a...

Gringolândia

O Rancid revelou o terceiro single do novo álbum, Tomorrow Never Comes, que será lançado em 2 de junho. O som da vez é...

Publicidade

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos