Nossas redes

O que você está procurando ?

Fibonattis
Fibonattis

Juntos Pela Vila Gilda

Entrevista | Fibonattis: “Nós recebemos ajuda e ajudamos o próximo”

A Fibonattis está na lista de convidados do Juntos pela Vila Gilda, que acontece no próximo dia 25.

O grupo nasceu no subúrbio de São Paulo, com o intuito de fazer a diferença no cenário em que vivia, além de fugir da superficialidade ao abordar temas que condiziam com sua realidade.

Os amigos Junior Punkids (guitarra e vocal), Marlon Silva (baixo e vocal de apio), Flávio Maikon (contrabaixo) e Gilson Sousa (bateria) carregam o lema de “Banda de Punk Rock que vai do Bubblegum ao Oi!”

Publicidade

“Fiobonattis faz referência a um personagem marcante de uma série. Também por acaso coincidiu com Fibonacci (que é considerado o primeiro grande matemático europeu), que dentro da sua sequência, apesar de bem ampla, também se encaixa na afinação de instrumento musical. Sempre digo que nossa amizade está dentro disso também”, diz Marlon.

A banda carrega 77 em sua marca, e explicam o significado dele em sua história. “O número faz jus ao ano de 1977 que é considerado o mais marcante na história do punk rock. Nesse ano surgiram várias bandas que hoje são referência pra nós”.

Punk, futebol, amizade e cerveja

A banda possui letras descontraídas sobre futebol, cerveja e amizades. Porém não ignoram o que se passa ao seu redor. Eles acreditam que abordar esses assuntos dentro do punk abriu espaço para que outras pessoas pudessem conhecer o gênero.

“É algo que faz parte da nossa vida junto ao punk rock, provavelmente o primeiro contato de todos com esporte foi através do futebol e até hoje temos contato seja assistindo na TV, indo aos estádios, jogando na rua ou jogando vídeo game”.

Publicidade

“Futebol, amizade e cerveja são os três itens que fazem parte da vivência da maioria das pessoas. Além disso, zelamos nossas amizades e gostamos muito de cerveja”, comenta o guitarrista.

Ouça Mídias Sociais:

Fibonattis e a pandemia

Devido à pandemia decorrente do novo coronavírus, a Fibonattis teve que suspender seus trabalhos que estavam em andamento, como a gravação de um single e também um novo disco.

“O mundo está passando por um momento muito difícil. O underground já é complicado de se estar, mas a internet sempre foi aliada e estamos nos adaptando com a situação dentro do possível”, relata Marlon.

Publicidade

Enquanto as coisas não se normalizam, eles estarão compondo mesmo que à distância, fazendo lives de música e bate-papo com parceiros para interagir com o pessoal e descontrair.

“Após a quarentena automaticamente teremos novos trabalhos. Voltaremos às gravações do disco novo que conta com algumas músicas mais sóbrias”.

Juntos Pela Vila Gilda

A Fibonattis sempre esteve envolvida em ações sociais. “Nós recebemos ajuda e ajudamos o próximo, acreditamos que é imprescindível que as pessoas passem isso a diante”, diz Marlon

Por fim, para a apresentação no evento, a banda preparou uma versão acústica da música Sem Volta. “Por ser uma letra com tema de guerra, não a tocamos em shows há muito tempo, mas entendemos que atualmente existe uma certa semelhança com atitudes de alguns líderes governamentais”, finaliza.

Publicidade

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

Agenda

Nesta sexta-feira (16), a partir das 20 horas, o Dantas Music Bar recebe as bandas Suburbia (Green Day Cover) e SubPop (Tributo ao Pop-Punk/Emo...

Publicidade

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos