Encontre no blog...



BR

Tubarão MC: destaque em batalhas de rima, é um rapper para ficar de olho

Carlos Daniel Santiago Ferreira, o Tubarão MC, de 20 anos, oriundo de Praia Grande, já disputou mais de 400 batalhas de rima e tem ganhado notoriedade na cena do rap. É conhecido por suas rimas inteligentes e trocadilhos quando está mandando um freestyle.

Inclusive vários vídeos na internet compilam seus melhores momentos. Pra completar, o MC é o único da Baixada Santista a ganhar duas batalhas: do Museu e da Aldeia, que tem relevância a nível nacional.

Em seu portfólio, destaca-se vencedor da Batalha do Museu, em Brasília, Batalha da Aldeia, por duas vezes, além de ser vice-campeão do estadual, o Circuito Paulista de Batalha de MCs, dentre tantas outras conquistas. 

Continue lendo após a publicidade

Grande parceria

O rapper já rimou com nomes conhecidos das batalhas, um deles é o Kant, com quem fez um feat neste ano. O clipe Nada Pacífico tem mais de 280 mil visualizações no YouTube e foi possível graças a parceria da Batalha do Líbano e a Batalha013

“Eu já conhecia o Kant das batalhas. Além das rimas, é alguém que eu gosto muito. A gente começou a pegar uma amizade. Em 2020, me convidaram para participar da Batalha do Líbano, que é de Barueri, de onde o Kant é e ele mora no bairro do Líbano. Então, eles viram que eu era o maior campeão aqui da Baixada Santista e perguntaram por que não nos juntar em uma parceria. A Batalha013, da Baixada, me apoiou e arcou com o custo. O vídeo foi lançado no canal da Batalha do Líbano. Graças a Deus abriu portas para a visibilidade”. Tubarão MC

O artista também tem singles e clipes lançados, trabalhos solos e com parcerias. Recentemente, teve o lançamento de É o RAP, é o funk, com integrantes do coletivo Labuta Hip Hop, do qual faz parte.

 No início era hobby

Mas nem sempre Carlos Daniel levou o rap como algo que queria pra vida. Tudo começou como um hobby em 2015, quando ele tinha 14 anos apenas.

“Fazia uma rodinha de freestyle com os amigos na escola, a gente não fazia rap e sim funk. Nos reuníamos, ficávamos na ‘palma da mão’ rimando”, explica. 

Continue lendo após a publicidade

Em 2016, foi a sua primeira batalha de rap em Praia Grande, a Batalha Hip Hop Por Prazer, que acontecia no Boqueirão. Ele já era conhecido como Tubarão na escola, devido a um acidente na educação física, que o fez perder o dente da frente. Os amigos na época disseram que ele estava parecendo um tubarão e ele adotou o vulgo pra vida. 

Tubarão MC rimando na Batalha da Aldeia. (Foto: Divulgação).

Apesar de gostar de rimar, ele via a pratica como um hobby. Demorou um ano para perceber que poderia ser algo a mais. “Eu fazia aos finais de semana. Só tinha três batalhas na Baixada Santista, então não ia a muitas e não era algo que pensava em levar pra vida”. 

Tubarão MC começou a rimar em batalhas em 2016. (Foto: Divulgação).

Primeiro som

Quando começou a aparecer mais batalhas na região, o artista era mais frequente nos eventos. Ele ganhava algumas, e tinha casos em que a premiação era a produção e gravação de uma música. Só que Tubarão geralmente dava esse prêmio para outra pessoa, pois não tinha ainda muito interesse em fazer música. 

Ele resolveu dar uma chance em 2017, quando gravou pela primeira vez a música Sentidos parte I. “A 100ª edição da Batalha da Conselheiro, em Santos, foi especial. Reuniram só MCs selecionados. Eu fui campeão nesse dia e ganhei uma produção completa com beat, gravação e tudo. Resolvi fazer, pensei ‘não custa nada’, e assim fiz meu primeiro som”.

Outro patamar

Dias após esse evento, Tubarão conta que a chave virou e ele começou a perceber que o hobby poderia se tornar algo mais sério. Ele disputou a regional, que acontece uma vez por ano. “Era um evento bem importante, você tem que passar nas classificatórias até chegar ao nacional. Eu acabei perdendo, mas entendi o patamar que eu poderia chegar”.

Para ele, alguns mc´s importantes com quem rimou devido à relevância foi o Leozin, na época o considerava um dos melhores de São Paulo, em 2016. O Salvador, com quem rimou em 2019 no estadual, conseguindo vencê-lo, e o Kant

Continue lendo após a publicidade

O segredo das rimas

Tubarão é muito conhecido pelas batalhas e a forma como constrói as rimas no freestyle. Ele conta que desde a época de escola sua matéria preferida era português, pois sempre se deu bem com as palavras. Ele tinha facilidade em fazer textos, redações, facilidade com figuras de linguagem, metáforas e por aí vai. 

Quando entrou para o mundo das batalhas, começou a estudar outros assuntos.

“Trocadilho, antítese, comecei a estudar mais. Também vejo batalhas de outros países, isso faz você aprender muitas coisas. Os compilados de vídeos na internet, por exemplo, não são iguais aos do Brasil. Aqui, geralmente fazem sobre as melhores rimas. Lá, eles separam por temas, tipo melhores rimas de metáforas, de trocadilhos. Eu estudo muito isso e busco entender o estilo que cada batalha tem”.Tubarão MC

Após tantas experiências nas batalhas, Tubarão confessa que não fica mais tão nervoso quando vai competir. E sempre que tem um evento, busca ficar tranquilo e de cabeça fria um dia antes, sem se estressar e arrumar problema. “Eu já sou uma pessoa bem fria e eu faço isso. Quando subo no palco eu estou tranquilo”. 

Representante 013

Com todas as disputas e conquistas nas batalhas de rima, Tubarão MC acaba trazendo visibilidade para a região da Baixada Santista. E para ele, isso é muito satisfatório. “É como nas olimpíadas, que você passa o bastão para o outro atleta, sabe? Sempre tem alguém que se destaca, em 2016 era o T h, por exemplo. E tiveram outros. Eu não acho que sou o melhor em rima, mas sou esforçado, eu tenho corrido atrás do que eu quero”. 

Continue lendo após a publicidade

Ele ainda fala que a Baixada Santista tem muita batalha boa, mas não tem tanta visibilidade.

“Então, eu fico feliz quando o Bob da Batalha da Aldeia vai falar meu nome e ele fala de onde eu sou. Ano passado mesmo eu consegui trazer o Kant para o Quarentenário. É um bairro pequeno, como isso poderia acontecer. Eu fico feliz de poder dar esse tipo de visibilidade”. Tubarão MC

Vem por aí

Tubarão MC tem trabalhado diariamente e diz que vai sair bastante lançamento. Ele continua batalhando, mas agora o foco dele está em produzir músicas. Segundo o próprio artista clipes, músicas, tanto com parceria quanto trabalhos solos estão por vir.

Tubarão MC fala de novos lançamentos para 2021. (Foto: Divulgação).

Acompanhe

O trabalho de Tubarão MC pode ser acompanhado pelas redes sociais. 
Instagram
Facebook
Youtube
Spotify

Continue lendo após a publicidade

ACOMPANHE

FacebookTwitterInstagramSpotifySpotify
PUBLICIDADE

CATEGORIAS

PUBLICIDADE

Posts relacionados

BR

“Por que é tão difícil vingar como um artista independente? E por que essa dificuldade é ainda maior quando você não mora nas principais...

BR

Desenvolvida por Gustavo Maeda, no álbum Cenário, lançado em novembro de 2020, Rima Iluminada tem participação importante do produtor musical e CEO do Estúdio...

BR

“Nada cai do céu. Por isso, é preciso lutar para conquistar os sonhos e os objetivos”. Essa é a principal mensagem do novo single...

BR

O novo EP de Marley VDR, Direto da Roça, foi fragmentado em seis faixas que expressam as vivências de um rapper que é cheio...