Nossas redes

O que você está procurando ?

Crédito: Marcello Orsi – Punknet.com.br

Especiais

CJ Ramone transforma Hangar 110 em CBGB com show cheio de clássicos

Vários fãs com camisetas do Ramones rumaram para o Hangar 110 (o CBGB brasileiro) para o encontro com CJ Ramone na noite desta quarta-feira. O show de certa forma marca uma nova fase na carreira do American Punk. Ao que tudo indica, CJ Ward, após montar o Los Gusanos e Bad Chopper, resolveu abraçar seu passado glorioso e voltou a ser um Ramone.

Lançou um ótimo disco e veio para América do Sul divulgar, não só seu novo trabalho, como todo o legado dos Ramones.

Antes tivemos a abertura feita pela interessante banda Os Aurélios, com um som influenciado pelo rock inglês e música brasileira. Logo após subiu ao palco o Slot. A banda, que trocou de vocalista há duas semanas, mostrou que isso não fez a menor diferença, ou melhor, fez uma grande e surpreendente diferença. Com um som bastante influenciado pelo rock n´ roll setentista e menos Ramonico do que outrora. Destaque para a performance do novo vocalista, extremamente a vontade no palco e sem sentir o peso da responsabilidade.

Publicidade

Quase 30 minutos depois, o Hangar já estava cheio e atmosfera da casa estava pronta para receber CJ Ramone. O quedizerde um show quecomeça com Judy is a Punk e Blitzkrieg Bop? Além disso, CJ passeia por faixas do disco novocomo What We Gonna Do Now, a balada You´re The Only One e a homenagem aos Three Angels (Joey, Johnny e Dee Dee), além de Waiting For My Man, do Velvet Underground. É muita covardia pra cabeça de um punk rocker.

CJ veio acompanhado da lenda Steve “Soto” Rodgers (ex-Agent Orange e The Adolescents) e ambos pareciam felizes no palco. Nem mesmo o rodizio de pessoas invadindo o palco tirou o humor dos caras, queao invés de chutar as pessoas do palco, como muita banda independente brasileira faz, convidava os intrusos para dividir o microfone, esbanjando simpatia.

E o show seguiu assim, com a banda enfileirando hits (Listen to My Heart, She´s the One, Sheena is a Punk Rocker, Strenght to Endure, I Wanna be Sedated, entre tantos outros).

Em um determinado momento, CJ lembrou a todos que um dia antes havia sido o aniversário de Dee Dee Ramone e cantou Endless Vacation em sua homenagem.

Publicidade

Resumindo, um show irreprensivel, com uma banda muito boa e um CJ Ramone a vontade com o seu passado. Uma verdadeira celebração do espírito punk rock novaiorquino dos Ramones e devidamente encerrado com o hino R.A.M.O.N.E.S., do Motorhead.

You’re The Only One

Ghost Ring

Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts relacionados

Agenda

Pilar sólido do influente hardcore nova-iorquino e uma das bandas mais cultuadas do gênero no mundo, o Gorilla Biscuits enfim volta ao Brasil após...

Agenda

Bruce Dickinson acaba de anunciar a banda brasileira Clash Bulldog’s para abrir os shows da turnê brasileira como convidados especiais. As apresentações acontecem entre...

Publicidade

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos