Nossas redes

O que você está procurando ?

Geral

Lembrete: Gustavito fala sobre novo single e futuros projetos

Autoconhecimento, reflexão e acolhimento são os principais elementos do novo single de Gustavito. Composto em parceria com Luiz Gabriel Lopes e Chicó do Céu, Lembrete é uma carta entre amigos que promove esperança. Ao mesmo tempo a música faz uma imersão no passado e no futuro, tornando-se potente no momento em que atravessamos.

Em resumo, o single foi gravado por Chico Neves no Estúdio 304 e conta com a participação dos músicos Rafael Martini (teclados), Paulim Sartori (baixo elétrico) e Yuri Vellasco (bateria). Ademais, Lembrete é composta por mixagem e a masterização de Rafael Dutra, do Estúdio Motor, que está localizado na região de Belo Horizonte (MG).

Já o videoclipe foi gravado em São Paulo, com produção da Boralá e fotografia de Nadja Kouchi. Com uma pegada minimalista, o trabalho transmite leveza, tranquilidade e afeto.

Publicidade

Completando dez anos de carreira, Gustavo Amaral, conhecido como Gustavito, estava em São Paulo para produzir o seu quinto álbum. No entanto, com a pandemia do novo coronavírus, o músico retornou a sua terra natal, Minas Gerais. Em entrevista ao Blog n’ Roll, Gustavito fala sobre Lembrete, futuros projetos e mundo pós pandemia.

Como foi o processo de composição de Lembrete? Ao todo, quanto tempo durou?

Foi um processo bem interessante. A composição foi feita por três cabeças: eu, Luiz Gabriel Lopes e Chicó do Céu. Ela foi sendo criada por partes, durante alguns dias que passamos juntos. A cada vez íamos tendo novas ideias de letra e harmonia e a mensagem da letra foi se formando a medida em que ia sendo escrita, não foi algo pré-determinado. Sabíamos desde o início que era uma espécie de carta, mensagem direcionada a um amigo imaginário que poderia ser nós mesmos no futuro.

Quanto ao clipe, da onde surgiu a inspiração? Como foi o processo criativo?

Inicialmente nasceu da vontade de inaugurar um novo momento em minha carreira onde eu esteja me expressando mais através da linguagem audiovisual. Apesar de já ter quatro álbuns solo lançados, antes de Lembrete apenas duas faixas minhas tinham ganhado videoclipe. Quando conheci a fotógrafa Nadja Kouchi em São Paulo no início desse ano, conversamos sobre possibilidades de fazer um material onde eu expressasse a mensagem da letra através de gestos, expressões e alguns poucos objetos significativos. Em seguida, ela me apresentou pros meninos da Boralá Produtora e montamos o roteiro juntos.

Como será o despertar para uma nova travessia?

Acredito que o despertar virá da auto observação e da reflexão. Também do debate construtivo, da troca saudável de ideias onde se esteja aberto pra entender o lado do outro. O respeito a todas as formas de vida é a tônica para despertar uma relação mais harmônica com a natureza e entre as pessoas. A calma, a consciência de que estamos no mesmo barco, mas que cada um tem seu caminho, despertará uma vida sem tanta comparação e vaidade, sem tanto ódio e preconceito, onde cada um possa ser livre pra ser o que é.

Publicidade

O despertar é aberto para o novo e tem a leveza da alegria inocente de uma criança, e ao mesmo tempo a sabedoria de uma anciã que não deixa esquecer o propósito e sabe que tudo o que ficou no passado tem seu valor e seu aprendizado. O despertar deve ser sobretudo para a valorização crescente da sensibilidade, da arte, do afeto e da comunhão. Estaremos cada vez mais fortes e conscientes.

Em tempos de pandemia, como você tem se reinventado, enquanto artista?

Tenho realizado apresentações virtuais no formato de lives, e também dado aulas de música online. Nesse momento estou em imersão criativa com a cantora e compositora Laura Catarina, junto a quem estou lançando o projeto SEIVA, que traz músicas que conectam com a natureza e a espiritualidade. Estamos gravando um material audiovisual e vamos lançar com um concerto ao vivo na internet no próximo mês. Acompanhem pelo Instagram @seivadaluz!

Ao longo desses dez anos de carreira, quais foram as mudanças pelas quais você atravessou musicalmente?

O que sempre me fascinou na MPB é a multiplicidade de estilos e ritmos e gêneros musicais que podem ser enquadrados dentro deste mesmo rótulo. Sou muito simpático a essa característica pela liberdade criativa que ela possibilita, e que eu trago desde o início em minhas composições e gravações. Certamente ocorre um amadurecimento durante todo esse tempo, tanto em relação à firmeza da performance ao vivo, mas também da consistência conceitual das canções.

A forma de música que mais tem feito sentido para mim atualmente é aquela que conecta com o divino que há em tudo. Com isso me refiro a que em uma sociedade onde as pessoas estão desconectadas umas das outras, desconectadas do meio ambiente e desconectadas até de si mesmas, conectar com o Divino é reconectar com tudo isso. Nesse sentido, as letras de minhas canções tem se encaminhado para temáticas do sagrado e do autoconhecimento, com uma mensagem mais focada do que no início de minha carreira quando falava de assuntos mais dispersos.

Quais são as suas inspirações musicais?

Gilberto Gil, Milton Nascimento, Caetano, Elis Regina, Chico, Tom Jobim, Tom Zé e toda MPB clássica; Sergio Santos, Luisa Brina, Sergio Perere, Luiz Gabriel Lopes, Raphael Sales, Alexandre Andrés e tantos contemporâneos da minha geração e adjacências da música mineira; Bob Marley; Raul Seixas, Beatles, Punk Rock, Stravinsky, Bach, Debussy, Xangai, cantigas e ritmos da cultura popular brasileira, do carnaval da Bahia, da Umbanda, dos povos originários da Amazônia, dos xamãs andinos, capoeira, samba, forró; mantras orientais; sons da natureza etc, etc, etc.

Publicidade

O que você pode adiantar sobre o seu quinto álbum, interrompido por conta da quarentena?

Nesse momento não posso dizer muito, pois a efervescência artística de um aquariano está sempre em transformação (risos). O que posso dizer é que estou produzindo em situação bem diversa da que estaria sem a quarentena, mas que está sendo uma feliz experiência retomar a produção mais caseira e autônoma. Tenho feito experimentos e algum resultado ainda será lançado este ano, mas não posso dizer ainda se será um álbum completo ou divido em singles, ou até mesmo outros formatos…

Além do álbum, existe algum outro trabalho a caminho? Quais são os seus planos para o futuro?

O trabalho para o qual estou direcionando minha energia principal nesse momento chama-se SEIVA. É um projeto que estou construindo com Laura Catarina, minha parceira e filha do saudoso artista Vander Lee. Estamos presentemente em imersão artística passando a quarentena na mesma casa e produzindo conteúdos em áudio e vídeo. Esse projeto já estava em andamento antes da pandemia e tínhamos um show de estreia marcado que foi desmarcado como tantos outros. Agora decidimos colocar a proposta pra frente mesmo dentro do isolamento, lançando material em vídeo que produzimos nos primeiros meses do ano. E também elaborando mais conteúdo e uma live de lançamento oficial da SEIVA. Além disso, convido para se inscrevem no canal no Youtube e acompanhar os lançamentos que já estão a caminho!

Você participará da live Juntos Pela Vila Gilda, evento em apoio ao Dique da Vila Gilda, em Santos. O que espera da apresentação?

Será uma alegria poder contribuir com a causa da solidariedade. Tenho certeza que será um prazer e me colocarei com toda a disposição pra compartilhar um pouco de energia positiva através da música para todxs que ouvirem! Espero que muitas pessoas possam ser beneficiadas pelas doações!

Publicidade

COLUNAS

Advertisement

Posts relacionados

BR

O cantor e compositor brasileiro Lucas Adon, radicado em Barcelona (Espanha), acaba de lançar seu mais recente single, Periga. A faixa está disponível em...

Gringolândia

O Kaiser Chiefs lançou Beautiful Girl, uma faixa que explora o romance, tema pouco abordado na trajetória do grupo, sem perder a energia vibrante...

BR

A banda Autoramas está de volta com o EP Vivo na Cecília. O registro traz músicas que nunca eram tocadas ao vivo, como Digoró,...

BR

“A ideia da música nasceu em um dia chuvoso”, conta Nayara Lamego, vocalista e compositora da banda catarinense Fantástico Caramelo, sobre a criação de...

Publicidade

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Fika Projetos